Clique ao lado para visualizar o sumário da nova CONTINENTE.

Arquivo

Los Angeles: Muito além de Hollywood

Conhecida como a capital da indústria cinematográfica, a cidade também possui outros atrativos, como museus, parques e casas de shows

TEXTO Rodrigo Salem

01 de Fevereiro de 2016

Los Angeles

Los Angeles

Foto Divulgação

Los Angeles é a capital do cinema. Não é preciso ser um gênio do turismo para chegar a essa conclusão. Mas a cidade que abriga os maiores estúdios do planeta também possui outras atrações para o turista mais eclético. De museus concorridos a casas de shows históricas, passando por parques de diversão clássicos, LA pode ser aproveitada em sua glória máxima pelo visitante mais dedicado. A única ressalva é a necessidade de um carro para poder conhecer os pontos turísticos sem perder horas e horas em ônibus. O sistema de transporte público ainda é limitado, apesar de ter melhorado bastante nos últimos cinco anos – e não compensa para quem tem pouco tempo para conhecer a cidade. Alugue um carro, ajuste o GPS e pise no acelerador. Você se surpreenderá com o que existe além de Hollywood.

CINEMA

1. NEW BEVERLY CINEMA
7165 Beverly Blvd, Los Angeles
Construído nos anos 1920, o cinema ficou conhecido por sua programação em dose dupla: são sempre dois filmes que o espectador pode ver seguidamente. Prestes a ser fechado, há nove anos, o cineasta Quentin Tarantino comprou o local e preservou o estilo. Boa parte dos longas apresentados, sempre em película, vem da cinemateca particular do diretor de Pulp fiction, que apresenta suas obras regularmente na sala para 300 pessoas.


Foto: Divulgação

2. TCL CHINESE THEATRE
6925 Hollywood Blvd, Hollywood
O cinema mais tradicional de Hollywood. Frequentemente, seus acessos são fechados para alguma première mundial como Star wars: O despertar da força. Na frente da fachada em estilo pagode chinês, ficam as placas de concreto com as formas de mãos e pegadas das maiores celebridades do cinema mundial. Vá cedo, para desviar-se dos milhares de turistas.


Foto: Divulgação

3. HOLLYWOOD & HIGHLAND
6801 Hollywood Blvd, Hollywood
Na esquina das avenidas Hollywood e Highland, encontra-se o famoso complexo que hoje abriga o Dolby Theatre, mais conhecido por ser a casa da cerimônia do Oscar desde 2002. Você pode caminhar entre os pilares com o nome de todos os filmes vencedores da estatueta, frequentar lojas, lanchonetes ou simplesmente tirar fotos nos andares superiores, onde há uma bela visão do letreiro de Hollywood ao fundo.

4. CALÇADA DA FAMA
Se você estiver no olho do furacão de Hollywood, não tem como perder: basta olhar para o chão e vagar pelos quilômetros de calçadas cobertas por estrelas de centenas de atores, diretores e músicos.


Foto: Divulgação

5. HOLLYWOOD FOREVER
Pode parecer um programa mórbido, mas o cemitério abriga filmes ao ar livre durante o verão e shows de bandas indies no salão ecumênico. Mas você pode andar entre os mausoléus de lendas como Douglas Fairbanks e Cecil B. DeMille.

6. PARAMOUNT STUDIOS
5555 Melrose Ave, Los Angeles
Logo atrás do cemitério, fica o Paramount, o mais velho e único grande estúdio remanescente na região de Hollywood. Como ainda é um lugar de trabalho, não há visitas sem reservas, que podem ser feitas pelo www.paramountstudiotour.com. Há, pelo menos, três tipos de tours pelo estúdio: um rápido de duas horas (US$ 55), um VIP de quatro horas (US$ 178 com direito a uma refeição e fotografia) e um noturno (US$ 78).

7. WARNER BROS. TOUR
3400 West Riverside Drive, Burbank
A Warner mantém um estúdio em funcionamento e organiza tour. Porém, fica em Burbank, área mais afastada do centro de Los Angeles. Durante três horas (US$ 62), o visitante é levado a cenários de filmes como Batman e Juventude Transviada e séries (Friends, The Big Bang Theory), passa por exibições de figurinos famosos e pode até trombar com celebridades no meio do caminho. Há outra tour vip por US$ 295 que dura seis horas e percorre os bastidores dos soundstages, em que as produções ganham vida.


Foto: Divulgação

MÚSICA

8. GREEK THEATRE
2700 N Vermont Ave, Los Angeles
O anfiteatro ao ar livre para cinco mil pessoas talvez seja o melhor local de shows da cidade. Não é tão grande quanto o Hollywood Bowl, mas é bem mais intimista. Além disso, fica no Bairro de Los Feliz, um dos mais velhos de Los Angeles e lar de várias celebridades, logo em uma das entradas do Griffith Park, o maior parque da região. Vale a pena, mesmo sem algum show na agenda.

9. HOLLYWOOD BOWL
2301 Highland Ave, Los Angeles
O grande templo da música da Califórnia. Bandas famosas sonham em tocar nesse teatro ao ar livre. Não apenas pelo simbolismo de estar no palco em que Elton John e Oscar Peterson fizeram shows antológicos, mas por ser desenhado para a música clássica, garantindo uma acústica perfeita. Os maiores maestros contemporâneos conduziram suas filarmônicas no local, com capacidade para 17 mil espectadores. Levantado numa das áreas mais altas de Hollywood, o Bowl tem longas escadas rolantes, entre a vegetação e uma vista única do bairro – que pode ser aproveitada com um vinho vendido em um dos inúmeros bares da casa.

10. MUSEU DO GRAMMY
800 W Olympic Blvd A245
Incrustado no meio da LA Live, espécie de shopping a céu aberto que ocupa três quarteirões de LA, o Museu do Grammy é uma viagem pela história da música. Repleto de peças históricas (casacos de Michael Jackson, guitarras de Jimi Hendrix), tem cabines explicativas sobre a evolução da música, não apenas com os ritmos mais famosos, mas também com a tecnologia.

11. AMOEBA MUSIC
6400 Sunset Blvd
Uma das melhores lojas de discos do mundo. O galpão que ocupa quase um quarteirão inteiro de Hollywood é obrigatório para quem gosta de música. A seção de CDs usados é uma perdição e o estoque de vinil é invejável, mas a loja tem muito mais: shows exclusivos (até Paul McCartney, que também é um freguês, tocou no pequeno palco), áreas especiais para jazz, blues, música clássica e peças raras à venda.

12. CENA INDIE

Ballroom (1234 W 7th St).
Los Angeles é capital do cinema, mas, de uns anos para cá, a indústria fonográfica começou a ganhar mais importância devido à chegada de diversas start-ups musicais. Com a internet e a música caminhando de mãos dadas, a cidade virou celeiro de artistas querendo um lugar ao sol. Então, tente descobrir algumas bandas antes do hype chegar ao Brasil, indo em locais como o pequeno Bootleg (2220 Beverly Blvd), o central Fonda Theatre (6126 Hollywood Blvd), o tradicional Troubadour (9081 Santa Monica Blvd) e o novíssimo Teragram

MUSEUS

13. LACMA
5905 Wilshire Blvd
O Los Angeles County Museum of Art é um dos principais cartões-postais da cidade. Transformado há cerca de 10 anos pelo arquiteto italiano Renzo Piano, o LACMA virou o maior museu da costa oeste dos Estados Unidos, com 1.200 peças em exposição –permanentes e itinerárias. Esculturas como a famosa Luzes urbanas, de Chris Burden, ou a Levitated mass, de Michael Heizer, podem ser vistas. Às sextas, há jazz ao ar livre.


Foto: Dvulgação

14. THE BROAD
221 S Grand Ave
Nova atração de LA, o museu foi doado pelo filantropo Eli Broad, que investiu cerca de US$ 140 milhões no prédio. O acervo é formado por peças de arte contemporânea que passam por Andy Warhol, Jeff Koons e Roy Liechtenstein. A entrada é grátis, mas precisa ser “reservada” online com bastante antecedência. Você também pode ir na hora e ficar na fila de espera, já que muitos que reservam não aparecem. A fila leva, normalmente, cerca de 30 minutos. Mas não espere a mesma sorte para ver a disputada instalação Sala dos espelhos infinitos, de Yayoi Kusama.


Foto: Divugalção

15. GETTY CENTER
1200 Getty Center Dr
A melhor união entre belas paisagens e arte em Los Angeles. O projeto do arquiteto Richard Meier, responsável pelo Museu de Arte Contemporânea de Barcelona, levou mais de 10 anos e consumiu US$ 1,3 bilhão para ganhar vida. Os prédios e jardins nas montanhas de Brentwood abrigam peças de arte do século 20 – a principal é uma restauração de Pollock – e podem ser visitados de graça. O funicular leva o frequentador do estacionamento no pé da montanha até o topo, e já vale a viagem. Dica: vá no fim da tarde para apreciar o por do sol no Oceano Pacífico.

16. PETERSEN AUTOMOTIVE MUSEUM
6060 Wilshire Blvd,
O museu do automóvel fica do lado oposto ao LACMA e pode ser um complemento para o dia. Reaberto com nova fachada e restauração, o local possui três andares com a história dos carros, experiências com realidade aumentada e, claro, alguns veículos famosos de Hollywood em exposição, como o Batmóvel, de Tim Burton.

ARQUITETURA

17. AEROPORTO DE LOS ANGELES
Muitos torcem o nariz para a arquitetura de Los Angeles, mas a cidade oferece alguns exemplares notáveis. E um deles já na cara do visitante: a “garra” que serve de base principal do Aeroporto Internacional de Los Angeles. Desenhado por Paul Williams, o prédio em 360º costumava ter um restaurante em funcionamento, mas agora está vazio – podendo ser visitado aos fins de semana.

18. DISNEY CONCERT HALL
111 South Grand Avenue
Desenhado por Frank Gehry, considerado o arquiteto mais importante da Era Moderna, o prédio que abriga concertos de música clássica é símbolo da revitalização da região de Downtown, que era sinônimo de violência, gangues e drogas há 10 anos. O Disney Concert Hall pode ser visitado em tours gratuitas, mas também é a casa da Filarmônica de Los Angeles, conduzida pelo maestro venezuelano Gustavo Dudamel.

19. CAPITOL RECORDS
1750 Vine St
Um dos prédios mais representativos de Hollywood, “destruído” em filmes como O dia depois do amanhã. Desenhado por Welton Becket, em 1956, para lembrar uma torre de 45 discos em vinil empilhados, o edifício ainda funciona como sede da gravadora, então, não está aberto para visitação. Em compensação, pode ser visto em uma pequena caminhada por Hollywood.

20. PACIFIC DESIGN CENTER
8687 Melrose Ave
Se você estiver em Beverly Hill, não deixe de andar um pouco pelos estranhos prédios coloridos que podem ser vistos por toda a região. Eles foram desenhados pelo argentino César Pelli, responsável pelas torres gêmeas de Kuala Lumpur, e abrigam galerias, lojas de móveis, escritórios de designers famosos, exposições e dois restaurantes comandados pelo renomado chef Wolfgang Puck.


Foto: Divulgação

21. GAMBLE HOUSE
4 Westmoreland Pl, Pasadena,
Se você estiver disposto a dirigir um pouco mais, corra para Pasadena. A casa desenhada pelos influentes irmãos Charles e Henry Greene é considerada um dos maiores exemplos de arquitetura residencial dos Estados Unidos e serve como museu e residência de estudantes de arquitetura. Além disso, os fãs de cinema reconhecerão o local como o cenário da casa do doutor Emmett Brown (Christopher Lloyd), em De volta para o futuro.

22. THE HOLLYHOCK HOUSE
4800 Hollywood Blvd,
A primeira residência criada por Frank Lloyd Wright em Los Angeles tem uma história engraçada. Foi um pedido de Aline Barnsdall, herdeira do magnata do petróleo Theodore Newton Barnsdall, em 1919, mas ela odiou tanto a construção, que doou para o Estado antes mesmo do fim da obra, em 1921. Uma renovação milionária foi conduzida e finalizada em fevereiro de 2015. Hoje, a casa pode ser visitada em tours.

AO AR LIVRE

23. OBSERVATÓRIO GRIFFITH
2800 E Observatory Rd
Levantado no topo das montanhas que fazem parte do Griffith Park, o observatório é o melhor lugar para quem quer ter uma visão privilegiada de Los Angeles e do letreiro de Hollywood. Você pode fazer piquenique na área verde, partir para uma caminhada nas dezenas de trilhas ou simplesmente conferir o cenário de filmes como Juventude transviada (há um busto no local em homenagem ao astro James Dean), O exterminador do futuro e tantos outros.


Foto: Divulgação

24. PÍER DE SANTA MONICA
O píer já foi representado em diversos filmes hollywoodianos e pode ser visitado nos fins de semana. Mesmo assim, vale a pena enfrentar a multidão para ver o início da famosa Rota 66, tirar foto com um banco que replica uma cena de Forrest Gump ou andar na roda gigante que serve de ponto para belas fotos.

25. CANAIS DE VENICE BEACH
Uma das praias mais conhecidas de Los Angeles, lar de hippies, marombados e do início da cena skatista californiana, Venice possui ótimos restaurantes (a maioria orgânicos) e galerias modernas. Mas você não precisa gastar para se divertir: basta andar pelas ruas cortadas pelos canais e se deliciar com as casas mais incríveis da região.

PARQUES DE DIVERSÃO

26. UNIVERSAL STUDIOS
100 Universal City Plaza, Universal City
Criado originalmente para abrigar tours pelos bastidores das produções, o parque da Universal cresceu e ganhou brinquedos e novas atrações ao redor do estúdio original – que ainda está em funcionamento. Apesar de ter restaurantes, cinemas e lojas em sua entrada (grátis), a área para quem possui ingressos pode decepcionar por causa de constantes fechamentos de atrações e brinquedos mais antigos – entre os novos, há experiências com Velozes e furiosos e Minions. Em abril, o Mundo mágico de Harry Potter será aberto.


Foto: Divulgação

27 . DISNEYLAND
1313 Disneyland Dr, Anaheim
Uma das grandes diferenças entre alguns parques da Califórnia e seus irmãos famosos da Flórida é a história. A Disneyland, em Anaheim, é o primeiro parque concebido por Walt Disney, em 1955. Apesar de conservar os prédios originais, o parque ganhou expansões para acomodar brinquedos mais modernos. A principal delas é o Adventure Park – os dois parques podem ser visitados separadamente, mas a empresa encoraja o visitante a comprar ingressos que dão direito às duas atrações.


Foto: Divulgação

CERVEJAS ESPECIAIS

28. BEACHWOOD BBQ & BREWING
210 E 3rd St, Long Beach
Há alguns anos, ninguém apostaria em Los Angeles como uma das capitais da cerveja nos Estados Unidos. Mas com 570 produtoras, a Califórnia hoje é o estado norte-americano com o maior número de microcervejarias – e Los Angeles não fica de fora dessa onda. A Beachwood é a melhor cervejaria da região, apesar de ficar em Long Beach, um pouco na contramão do turismo tradicional. Mas vale a pena não apenas pelas cervejas premiadas (divididas em 30 torneiras), mas pelas costelas na brasa e sanduíches de carne de porco. Deixe as crianças na Disneyland e aproveite o dia.

29. THE BRUERY
717 Dunn Way, Placentia
Se você estiver em Anaheim, parte da grande Los Angeles que abriga a Disneyland, tire um tempinho para visitar essa microcervejaria conhecida pelos produtos maturados em barril e no estilo belga. A comida é provida apenas por food trucks, então o foco é a bebida. Dica: os flights com seis amostras de cervejas diferentes.

30. HIGHLAND PARK BREWERY
5127 York Blvd, Los Angeles
Na região, que começa a virar o novo point hipster de Los Angeles, a cervejaria é tão pequena, que possui poucos rótulos para a venda. Em compensação, as torneiras estão sempre frescas com o líquido produzido no local. Não deixe de experimentar a 1UP, uma super IPA refrescante, e o sanduíche de frango frito.

31. ANGEL CITY BREWERY
216 S Alameda St, Los Angeles
Para quem não tem muito tempo para sair de Los Angeles, a Angel City fica no yuppie Art District, em Downtown – que começa a ser tomada por restaurantes caros e bares da moda. O grande salão com o bar da cervejaria fica em um lindo prédio histórico erguido em 1913 e renovado recentemente. 

RODRIGO SALEM, jornalista, trabalha em Los Angeles como freelancer da Folha de S. Paulo.

Publicidade

veja também

A poesia além do gênero

Os Ibejis

Amor lésbico em debate no cinema

comentários