Clique ao lado para visualizar o sumário da nova CONTINENTE.

Edição #229

Janeiro 20

Nesta edição

Vamos a la playa?

No réveillon, muitos brasileiros foram às praias para festejar a chegada de 2020, com brindes, abraços, oferendas à Yemanjá, promessas e queima de fogos de artifício. Escolher o mar como ambiente propício para receber, junto a amigos e familiares, um novo ciclo do calendário é uma forma de atribuir ao espaço litorâneo a função de renovar, purificar, reenergizar o corpo e alma.

Essa escolha, quase intuitiva, também se manifestou, séculos atrás, na medicina, quando esta passou a indicar, com frequência, idas à praia para tratar vários males, incluindo a depressão (algo que os cientistas depois constatariam em estudos). A partir de então, o ambiente deixou de ser entendido como selvagem, sujo e perigoso para ser um espaço de cura, lazer e moradia.

A mudança no entendimento da função da praia tanto acompanhou quanto influenciou o desenvolvimento da sociedade, exercendo papel transformador no comportamento humano, no urbanismo, na economia, na cultura e na política. Essas transformações estão registradas na matéria de capa desta edição, que inicia este novo ano. Integram a reportagem, escrita pela repórter especial Débora Nascimento, depoimentos de pessoas que tiram seu sustento desse lugar. “Essa praia é uma empresa, dá de comer a muita gente”, afirmou o vendedor de vestidos Jaklekle de Porto, que trabalha nas areias de Porto de Galinhas. 

A importância da praia para o brasileiro é tamanha, que, quando as primeiras manchas de óleo apareceram no litoral nordestino, um dos sentimentos que pairaram na maioria da população era semelhante ao provocado por um dano profundo em algo pessoal. Afora ser um símbolo nacional, a praia é um patrimônio do povo. Bem antes de ocorrer a tragédia ambiental que atingiu o litoral brasileiro, já havia, na redação Continente, a ideia de abordar, sob vários aspectos, a importância da praia para o ser humano. E, depois do ocorrido, a pauta ganhou ainda mais relevância.

Nesta edição que inicia 2020, desejamos a todos um Ano-Novo melhor que o anterior, incluindo uma maior consciência ambiental, para defendermos toda a natureza, que, para além da praia, se espalha pela imensidão da terra e do mar.

Leia

Publicidade

Destaques

Sumário