Clique ao lado para visualizar o sumário da nova CONTINENTE.

Indicações

[Filme] Feliz como Lázaro

O longa é uma releitura da fábula de Lázaro configurada na Itália moderna

TEXTO Revista Continente

01 de Fevereiro de 2019

Foto Divulgação

Feliz como Lázaro, da diretora italiana Alice Rohrwacher, é mais um filme que segue a tendência contemporânea de se fazer presente nos festivais, como Cannes, ainda que tenha sido produzido e feito para plataformas de streaming. Construído em planos oníricos e visualmente estonteantes de 16mm, o longa é uma releitura da fábula de Lázaro configurada na Itália moderna, repleta das mazelas que perpassam nosso tempo. Lázaro, interpretado pelo estreante Adriano Tardiolo em uma performance envolvente e de completa entrega emocional, é uma alma complacente que se vê em um mundo de ansiedades e tumultos capitalistas, fomentando, assim, a busca para entender seu lugar nele. O filme está disponível na Netflix.

 

Publicidade

veja também

[Cinema] 3º Engenho de Imagem

[Exposição] Mostra de HQs

[oficina] Mexe com tudo

comentários