Clique ao lado para visualizar o sumário da nova CONTINENTE.

Indicações

[Música] Acabar a brincadeira

Romero Ferro em postura combativa

TEXTO Revista Continente

02 de Janeiro de 2019

O pernambucano Romero Ferro mescla o brega local com o New Wave oitentista

O pernambucano Romero Ferro mescla o brega local com o New Wave oitentista

Foto Divulgação

“Hoje é o fim da tua regalia, da tua história de querer me abusar”, brada o cantor e compositor pernambucano Romero Ferro, em Acabar a brincadeira. A faixa, lançada em dezembro durante a Semana Internacional de Música de São Paulo, é um libelo contra os relacionamentos abusivos. Nascido em Garanhuns, no Agreste pernambucano, Ferro é um artista em ascensão, a investir no que denomina tropical wave. Liquidificando elementos do brega, da new wave e da eletrônica dos anos 1980, ele cria um som que descola de definições e faz um irresistível convite à pista de dança. Após despontar com a versão de Banho de cheiro, de Gal Costa, em 2016, rodou o país com o disco Arsênico e, em seguida, com o single Pra te conquistar e agora assume uma faceta política, dando dicas do conteúdo que disponibilizará nos primeiros meses de 2019 em seu novo álbum. Afinal, não seria a pista de dança um espaço ideal para se falar de corpos e atitudes com posturas combativas?

Quer ouvir? Aperta o play:

Publicidade

veja também

[livro] Uma literatura nos trópicos

[Audiovisual] 4º MOV

[exposição] Contextos Afro Digitais

comentários