Clique ao lado para visualizar o sumário da nova CONTINENTE.

Indicações

[Poesia] Discoteca selvagem

Cecília Pavón traz nuances do cotidiano para seus versos

TEXTO Revista Continente

19 de Agosto de 2020

Cecília Pavon nasceu na cidade de Mendoza, na Argentina, em 1973

Cecília Pavon nasceu na cidade de Mendoza, na Argentina, em 1973

Foto Timo Berger/Divulgação

A autora argentina Cecilia Pavón já publicou mais de 10 livros, entre poemas e contos. Traduzida para o português, sua coletânea poética Discoteca selvagem (2019) traz versos que nos convidam a outros olhares para aspectos práticos da vida. A antologia, lançada originalmente em 2010, foi escrita por Pavón num momento que, segundo ela, estava apaixonada e voltava seus pensamentos ao cotidiano. Desta forma, a obra traz poemas com elementos cômicos e radicais, que brincam com as perspectivas do leitor e da poeta, muitas vezes de forma metalinguística. Lançado pela Edições Jabuticaba, em formato bilíngue, o livro reflete um pouco da produção poética latino-americana feita por mulheres, tão pouco traduzidas e difundidas no Brasil.

Publicidade

veja também

[Cênicas] Arte como Respiro

[Fotolivro] Olhos do Brasil

[Seminário] Romance: modos de fazer

comentários