Clique ao lado para visualizar o sumário da nova CONTINENTE.

Curtas

Editais culturais em tempos de pandemia

Garimpamos algumas seleções públicas e privadas voltadas a artistas e produtores culturais neste momento de crise gerada pelo novo coronavírus

TEXTO Revista Continente

24 de Abril de 2020

Ilustração Victor Augusto Tenório

*Atualizado no dia 4 de setembro de 2020

[conteúdo exclusivo Continente Online]

Nesta pandemia
, os ventos que sopram de Brasília não parecem servir de alento aos mortais que esperam ações do Executivo e Legislativo do país. Além das ajudas tímidas, como o auxílio de R$ 600, que não é acessível a todos que precisam e ainda exige o uso de smartphones, temos empréstimo para pequenos empresários à taxa Selic (enquanto bancos conseguem à taxa menor). No meio da crise sanitária, com mais de 110 mil mortes pela Covid-19 e o terceiro ministro da saúde desde o início da pandemia (ou ausência dele), ainda lidamos com a crise política em torno do executivo nacional e a social, intensificada pela revolta antirracista e os manifestantes antidemocráticos.

A boa notícia para o setor cultural continua sendo a Lei de Emergência Cultural (Lei Aldir Blanc), aprovada na Câmara dos Deputados e no Senado e com sansão presidencial, e busca distribuir R$ 3 bilhões para financiar a cadeia produtiva nacional. A questão agora é como esse incentivo vai chegar aos artistas e grupos através dos estados e municípios. Enquanto isso, trabalhadores da cultura, que seguram parcela importante da economia (e também nossa saúde mental neste momento), se preocupam ainda mais com as instabilidades financeiras.

Dessa forma, instituições privadas e públicas lançaram alguns editais emergenciais para amparar as cadeias produtivas de cultura neste momento, tendo em vista sua importância para o país.

A Continente garimpou alguns desses editais que estão com inscrições abertas para a submissão de propostas. Salientamos, porém, a necessidade de mais políticas públicas para os profissionais do setor.

Natura Musical 2020 (Nacional)

As inscrições para o edital Natura Musical 2020 estão abertas e vão até o dia 21 de setembro. A plataforma vai distribuir R$ 8.5 milhões em busca de artistas, bandas, grupos, coletivos e empreendedores culturais que desejam desenvolver projetos artísticos originais, contemporâenos e representativos, capazes de gerar impacto social, econômico e ambiental positivo. Neste ano, o edital também vai disponibilizar R$ 1 milhão em projetos do Pará, via Lei Semear, e 20% da verba do Edital Nacional terá a região da Amazônia como prioridade. Formatos diversos podem ser inscritos como álbuns, shows, turnês e clipes, programas de formação, iniciativas de empreendedorismo cultural, circuitos culturais, laboratórios de inovação, experiências imersivas, pesquisas, séries de vídeos ou podcasts, documentários, mostras, residências artísticas, intercâmbios, oficinas, pontos culturais, casas de show e conferências. Os critérios utilizados para a seleção podem ser consultados no regulamento do edital (clique aqui), o resultado saí ainda este ano. 



Funarte Arte em Toda Parte (Nacional)
Publicado no dia 17 de agosto, o Edital da Funarte (Fundação Nacional de Artes) vai premiar oficinas educativas elaboradas em vídeo e voltadas para educação em artes visuais, circo, dança, teatro e música. Ao todo, serão 494 oficinas selecionadas e cada premiado receberá R$ 4 mil. É necessário ter atuação comprovada na área e ser maior de 18 anos. Também podem se inscrever pessoas jurídicas de natureza cultural, com ou sem fins lucrativos, com sede no país. As inscrições podem ser feitas por aqui até o dia 2 de outubro. Já o edital completo está disponível por aqui.

Sistema de Incentivo à Cultura
(Pernambuco)
Para a classe artística recifense, a partir do dia 24 de agosto, a Prefeitura do Recife retoma o Sistema de Incentivo à Cultura (SIC) e deve destinar R$ 5,6 milhões para produção artística em suas diversas linguagens (música, artes cênicas, audiovisual, fotografia, literatura, artes visuais, artesanato, cultura popular e patrimônio artístico e cultural). Ao todo, serão analisados os 200 projetos já inscritos. O resultado da seleção será anunciado no dia 3 de outubro, acompanhe no site.

⁣Japan Media Arts Festival (Internacional)
Já ouviu falar no ⁣Japan Media Arts Festival? Todos os  anos, o festival japonês organiza uma exposição com trabalhos produzidos por todas as partes do mundo. No ano passado, o 20º festival recebeu 4.034 inscrições de 88 países e regiões ao redor do mundo. Dividido em quatro categorias (Arte, Entretenimento, Animação e Mangá), o festival chega à sua 24º edição este ano e oferece premiações que chegam até cerca de R$ 50 mil (Grande Prêmio). Para os artistas interessados em submeter seus trabalhos (que devem ter sido produzidos no período entre 5 de outubro de 2019 e 4 de setembro de 2020), a competição contempla instalações, vídeos, arte gráfica, fotografia e diversos outras extensões que podem ser conferidas mais detalhadamente pelo site, bem como todas as regras e regulamentos. As inscrições vão até o dia 4 de setembro, inscreva-se por aqui.

Prêmio São Paulo de Literatura (nacional)
Estão abertas até o dia 8 de outubro as inscrições para a 13ª edição do Prêmio São Paulo de Literatura. Nele, os autores slecionados nas categorias "Melhor Romance de Ficção do Ano de 2019" e "Melhor Romance de Ficção de Estreia do Ano de 2019" receberão o prêmio de R$200 mil cada. Para se inscrever, as obras devem ter sido escritas originalmente em português e ter sua primeira edição e impressão no Brasil em 2019, além de possuir formato impresso da primeira edição com ISBN emitido em 2019. O edital está disponível no site premiosaopaulodeliteratura.org.br e em cultura.sp.gov.br.

 

Minas Arte em Casa – 300 Anos de Minas Gerais (Nacional)
Boa notícias para os fotográfos: entre os dias 25 de agosto e 6 de setembro, estarão abertas as inscrições do Minas Arte em Casa – 300 Anos de Minas Gerais. Neste edital, serão recebidas até 100 inscrições por categoria (Economia, sociedade e política, Vida cultural, Patrimônio natural, Um olhar para o futuro) e, ao todo, 60 fotografias vão ser exibidas na galeria virtual da exposição 300 Anos de Minas Gerais e nas redes sociais e canais de comunicação institucional da ALMG. Cada artista selecionado vai receber o valor de R$ 1.490,22 pela fotografia escolhida.

Publicidade

veja também

A 'Estesia' de Cida Pedrosa

Lianne La Havas

José mergulha para sempre na piscina azul

comentários